Como saber se a carne que você compra está estragada

Mayra Jordão 0 Comentários 26 de março de 2017

Por Patrícia Beloni.

Com as denúncias feitas pela Operação Carne Fraca na última sexta-feira, 17 de março, é importante que, antes de comprar ou consumir, o consumidor saiba identificar características que podem denunciar a carne imprópria para o consumo.

A “Operação Carne Fraca”, criada para desmascarar crimes na área do agronegócio e da agropecuária, emitiu mandados de prisões depois de encontrar irregularidades nas vendas de carnes, como a adulteração de produtos que já estavam vencidos a partir do uso de uma substância que pode ser altamente cancerígena, mas servia para mascarar a má qualidade: o ácido ascórbico, conhecido como vitamina C.

Em entrevista ao Vix, a nutricionista Gabriela Zugliani ensina a reconhecer a qualidade das carnes de boi, porco ou frango.

Segundo ela, algumas medidas podem ser tomadas para tentar se proteger. Olhar o prazo de validade é o primeiro passo. “Se ela estiver muito perto do vencimento, não compre, mesmo que esteja com um valor menor”, aconselha.

Como identificar carne estragada

Pela cor

As carnes bovinas precisam ter um tom avermelhado. Já as de porco devem ter um leve cheiro de sangue e estar rosadas (não em tom vermelho escuro ou sem cor, por exemplo). Já o frango, "se estiver com a superfície descolorada, amarelada ou com textura viscosa, é um bom indício de que ela deve ir para o lixo”.

Se a carne estiver amarelada, esverdeada ou cinza, não tenha dúvidas: está estragada, afirma a nutricionista. Essas cores indicam que ela tem mofos e bactérias se formando, então, “é melhor não arriscar”, aconselha.

Pela textura

Tocar a carne é outra forma de saber se ela está boa ou não para o consumo. “Quando está passada, ela possui uma textura viscosa, um pouco escorregadia, demonstrando um sinal de que as bactérias já se proliferaram ali”, diz Gabriela.

O frango é mais particular. “Ele pode ser considerado uma espécie de bomba-relógio da cozinha”, alerta ela. “Estraga em cerca de 48 horas, quando conservado cru na geladeira, e seis meses quando congelado. Atente-se para esses prazos e não consuma após ultrapassá-los.

Pelo cheiro

Outra forma mais fácil de saber se a carne realmente está estragada é pelo cheiro. “Nosso olfato nunca nos engana em relação ao cheiro de comida estragada. Se a mesma estiver com cheiro de mofo ou algum odor desagradável, passe longe”, aponta. O frango podre, por exemplo, fica com um odor azedo e forte.

0 comentários

Deixe um comentário